Apagão

Geralmente eu não agia dessa maneira, não ia pras festas com essa necessidade de dar uns amassos, mas nesse dia tinha alguma coisa muito errada comigo. Eu precisava extravasar.

CONTANDO CONTOS

CONTANDO HISTORIAS QUE REALMENTE IMPORTAM
O Contando Contos é nosso lugar de contar nossas historias ao mundo, o que vivemos, aprendemos, sentimos.
A arte de contar historias não acabou, ganhou apenas novas formas de tocar pessoas.

Recent Posts

  • Apagão

    Geralmente eu não agia dessa maneira, não ia pras festas com essa necessidade de dar uns amassos, mas nesse dia tinha alguma coisa muito errada comigo. Eu precisava extravasar.

  • Jill e Maia

    Elas se conheceram quando ainda eram adolescentes e acabaram se tornando mais que melhores amigas.

  • Talvez eu seja uma farsa…

    Se eu me encontrasse com o meu eu criança, que chamo carinhosamente de Duduzinho, sinceramente, eu não sei qual seria a exata reação dele, mas sei que ele me diria […]

  • A Caçada

    A floresta estava obscurecida pela sombra das árvores. O vento era hesitante, não passava de um leve assobio no ar. Ainda assim, fez a pele de Ayla arrepiar-se.  Ela estava […]

  • No Fim do Mundo

    A gente cruzou o campo com lama cobrindo os calcanhares em poucos minutos. Tropecei num braço. Só o braço. Érica ia na frente, com a arma na posição de tiro […]

  • O Escudo de Aquiles

    Hospital da Polícia. Olho a fachada com cara de quartel, minha vontade é chutar alguma coisa, chutar a cabeça de alguém. Eu acaricio o cabo da PT para me acalmar. […]

  • O Filho do Diabo

    Alderico já era velho quando nasceu, foi o que passou pela sua mente quando o médico lhe disse que não viveria mais que seis meses. O dia do nascimento de […]

  • Os Mamutes

    As nevascas vieram com força esse ano. A prefeitura suspendeu o voo de wingflies durante os períodos mais intensos. Eu precisava sair de casa. Decidi utilizar os trilhos públicos. Havia […]

  • IMPULSO

    "Com ou sem despedidas... A saudade acerta igual"

  • Um Conto Fúnebre

    "Pô, você fala umas besteiras sobre morte, ninguém presta atenção porque você não morre, um dia você bate com as botas e os babacas pensam que você sabia que ia morrer".