Contos

Contos públicados

  • Um Conto Fúnebre

    "Pô, você fala umas besteiras sobre morte, ninguém presta atenção porque você não morre, um dia você bate com as botas e os babacas pensam que você sabia que ia morrer".

  • Me Deixe Sair!

    "-Por que você fala, alucinação, da minha vida como se fosse nossa vida?"

  • APARÊNCIAS

    "Se as palavras forem tomadas pelo silêncio, que ainda assim, tu não desapareça entre a multidão" (Lana's pray)